hexavalente

Com uma única picada, a vacina hexavalente previne até seis doenças potencialmente graves: difteria, tétano, coqueluche, poliomielite, hepatite B e doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo B (bactéria responsável pela meningite bacteriana e outras infecções graves, como pneumonia e septicemia).

Estudos comprovam que a eficácia da vacina combinada garante a mesma proteção destas vacinas feitas separadamente. Além de ser mais conveniente e gerar menos sofrimento para o bebê, é mais segura e apresenta menor possibilidade de causar eventos adversos.

A vacinação consiste em 3 doses, a partir dos 2 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre elas; e dois reforços da vacina pentavalente, o primeiro aos 15 meses e o segundo, de 4 a 6 anos de idade.

A imunidade não se mantém por toda a vida. Por isso, é preciso uma dose de reforço na idade adulta, a cada 10 anos, com a vacina DTPa-R ou DPTa+IPV.

MEU BEBÊ TEM 6 MESES – E AGORA?

 

 Aos 6 meses, o bebê enxerga e ouve quase tão bem como os adultos e gostam de atenção, esforçando-se para consegui-la. O bebê começa a descobrir que qualquer comportamento seu, quer seja bom ou não, chama a atenção. Assim, nesta fase, já é importante começar a elogiar sempre o bom comportamento.

Nesta idade os bebês também começam a balbuciar palavras; ba-ba-ba, ma-ma-ma, da-da-da.

Uma maneira indicada para estimular o bebê é você repetir o que ele diz, ou prestar atenção no que ele balbucia como se você estivesse compreendendo o que ele esta dizendo.

Com 6 meses o bebê gosta de pegar tudo o que está ao seu alcance e leva tudo à boca, para experimentar texturas, sabores e consistência. Por isso, durante esta fase os pais precisam tomar cuidado, ficando atentos ao que o bebê põe na boca para evitar que engula coisas pequenas. Nesta faze o bebê gosta de apertar uma bola de plástico macio, passar a mão por texturas, ouvir um barulho de sininho dentro de um bicho de pelúcia ou babar em um mordedor gelado.

Apesar de aparentemente não entender, a leitura em voz alta passa a chamar a atenção do bebê a partir desta fase. Ele vai gostar de olhar para imagens de cores vivas e se acomodar no seu colo. A partir desta idade a leitura será sempre um momento prazeroso de aconchego e socialização.

Os bebês que nascem prematuros terão um desenvolvimento um pouco diferente daqueles bebes que nasceram a termo. Não precisa se preocupar porque os pediatras avaliarão o desenvolvimento do seu bebê usando a idade corrigida que é uma maneira de acompanhamento correto do desenvolvimento do bebê.

Nunca se esqueça de que cada bebê se desenvolve de uma maneira, seguindo seu próprio ritmo, estas são referências de uma etapa que seu bebê deverá alcançar ou agora ou em pouco tempo.  Não fique ansiosa se o seu bebê ainda não faz aquilo que você espera que ele faça. O pediatra é a melhor referência para analisar o desenvolvimento do seu bebê.

Aos 6 meses, o leite materno continua sendo o alimento fundamental para o bebê, porém a partir desta fase já é possível se iniciar o estimulo do paladar com frutinhas e alguma papinhas que o seu pediatra irá orientar.

Não dê sucos de frutas, prefira dar as frutas raspadinhas ou amassadas. Se quiser dar líquidos dê água. Não estimule o seu bebê com alimentos doces, isto não é saudável.

Aos seis meses existem vacinas que devem ser aplicadas. As que são habitualmente aplicadas nesta idade são as vacinas Hexavalente, Rotavirus, Pneumocócica e Meningite ACWY ou Meningite C, preconizadas pela Sociedade Brasileira de Imunização e pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Lembre-se a vacinação é o meio mais seguro de se evitar uma série de doenças. Na dúvida sempre consulte o pediatra.

Iniciar conversa
1
Olá, como podemos te ajudar?