TESTE DO PEZINHO

TESTE DO PEZINHO

O Teste do Pezinho SUPER é um dos mais completos testes de triagem neonatal existentes no Brasil e no mundo. Além das 10 doenças dos testes básicos, ele inclui outros 38 diagnósticos realizados através da avançada tecnologia de Espectrometria de Massas em Tandem – MS/MS.

Com apenas algumas gotinhas de sangue, colhidas do calcanhar do bebê, o exame detecta até 48 doenças que, se não tratadas, podem comprometer o desenvolvimento físico e mental do recém-nascido – e até mesmo levá-lo a óbito. Muitas doenças raras, de origem genética, também podem ser detectadas pelo teste.

O diagnóstico precoce facilita o tratamento e pode trazer mais qualidade de vida para as famílias. Por isso, é fundamental que seja realizado logo após o nascimento do bebê, entre o 3º e o 5º dia de vida.

SCID/AGAMA

Imunodeficiência Combinada Grave (SCID) e Agamaglobulinemia (Agama) são doenças genéticas onde células T e/ou B e anticorpos protetores não são produzidos. A ausência dessas células deixa o bebê desprotegido e completamente vulnerável a vírus, bactérias e fungos.

A maioria dos recém-nascidos com SCID ou Agama parecem saudáveis ao nascer, pois o sistema imunológico da mãe o protege de infecções em suas primeiras semanas de vida. Entretanto, sem tratamento, até mesmo infecções comuns podem trazer sérias complicações para a saúde.

O diagnóstico precoce é fundamental para o futuro do bebê. Caso o teste tenha um resultado positivo, outros exames serão necessários para a confirmação do diagnóstico e início do plano de tratamento precoce para evitar possíveis infecções e reestabelecer o sistema imunológico.

O exame pode ser realizado associado a outros Testes do Pezinho.

*Fonte: Laboratório APAE de São Paulo

 

O Teste do Pezinho verifica os erros inatos do metabolismo (exame expandido) e o

SCID/AGAMA examina os erros inatos da imunidade.