Vacinação na adolescência

Ao contrário do que se cultua, os adolescentes precisam atualizar a caderneta de vacinação anualmente. Vacinas como difteria, tétano, coqueluche e meningites necessitam de reforços periódicos e algumas que não fazem parte da rotina do calendário como a febre amarela e a pneumonia devem ser administradas de acordo com a orientação médica. Agora atenção: existem vacinas que protegem contra doenças e vírus que se tornaram especialmente comuns entre os jovens, é o caso do HPV, vírus transmitido sexualmente, que pode causar condiloma e câncer no colo do útero, câncer de pênis e ânus. Caderneta de vacinação atualizada é sinônimo de saúde em dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ola, o que podemos ajudar?
Powered by